O conteúdo deste site é acessível em libras usando a ferramenta

VLibras

Especialização em Transtorno do Espectro Autista – TEA

Duração:
360 HORAS (18 meses) + TCC

Mensalidade:
Parcela mensal: R$ 248,00
(valor já com 20% de desconto para ex-alunos ou colaboradores de organizações conveniadas e seus parentes diretos).

Parcela mensal: R$ 279,00
(valor já com 10% de desconto para os demais alunos para pagamentos efetuados até o dia 10 de cada mês).

Nome do Coordenador:
Adriana da Silva Dantas

Email do Coordenador:
drikadantas2007@hotmail.com

Telefone do Coordenador:
(81) 9.8753-0928

CATEGORIA:
Especialização

O autismo foi classificado pela CID -10 como “Transtornos Globais do Desenvolvimento (F84)”, um transtorno que prejudica a capacidade de um indivíduo em se comunicar e interagir com outras pessoas, havendo também dificuldade na fala, no comportamento, na comunicação não-verbal, ou seja, um grupo de desordem no desenvolvimento cerebral, motivo pelo qual é previsto na Política Nacional de Educação Especial.

Após a nova revisão da Classificação Internacional de Saúde CID- 11, seu código e nomenclatura passaram a ser 6A02 – Transtorno do Espectro Autista (TEA). Com base neste olhar, esta especialização busca promover um conhecimento amplo voltado para o TEA, estando inclusas também as características do Espectro da Síndrome de “Asperger”. Tem como finalidade desenvolver conhecimentos, técnicas e habilidades para que os profissionais compreendam o TEA desde os aspectos neurobiológicos, comorbidades adquiridas, métodos de avaliação clínica, educação inclusiva, amparo legal, terapias alternativas, avaliação e reabilitação neuropsicológica, ludoterapia, análise comportamental, dentre outros, dentro de um olhar multiprofissional.

PRINCIPAIS DIFERENCIAIS

– Professores com título de mestrado e doutorado e vasta experiência no mercado;
– Convênios com instituições públicas e privadas;
– Uso de metodologias ativas;
– Uso de recursos tecnológicos para acompanhamento dos alunos.

O curso é 100% presencial.

Com o Programa Quem Indica Amigo É!, quando você indica uma pessoa que também se matricula em um curso presencial de Pós-Graduação da ESUDA, tanto você quanto ela ganham uma mensalidade grátis! E você vai ganhando mais mensalidades grátis para cada pessoa que você indicar e que se matricular!

Informe-se também com a Coordenação do seu curso sobre as datas de realização do Concurso Bolsas 100% Pós-Graduação. Os contatos (e-mail e fone/whatsapp) da Coordenação ficam aqui no lado esquerdo desta página.

É facultado à Instituição o adiamento do início das aulas caso até a data prevista para o início a turma ainda não tenha atingido o número mínimo de 20 (vinte) alunos(as) matriculados(as). Portanto, para evitar adiamentos indesejados, é muito importante que após fazer a inscrição aqui pelo site  você também compareça presencialmente à Instituição munido dos documentos abaixo para fazer a sua matrícula, ressaltando que, em caso de desistência antes do início das aulas, seja por um eventual adiamento ou por qualquer outro motivo que você não precisará explicar, o valor pago é devolvido integralmente, sem cobrança de nenhuma taxa administrativa ou algo neste sentido. Isto é um dos vários compromissos que a ESUDA assume com todos os seus alunos!

A documentação necessária para realizar a matrícula é:

– Curriculum vitae

– 1 foto 3×4 recente

– Cópia do comprovante de residência

Cópias autenticadas ou cópias simples com apresentação de originais do:

– CPF

– RG

– Título Eleitoral

– Histórico Escolar da Graduação

– Diploma ou Certificado de Colação de Grau

A titulação deste curso fica condicionada à entrega pelo aluno de cópia autenticada do diploma de curso superior, reconhecido pelo MEC, antes da conclusão deste curso.

As aulas são realizadas quinzenalmente aos sábados, das 08h00 às 18h00

O horário para a realização da matrícula na Secretaria da Pós-Graduação é:
– Nas segundas-feiras a Secretaria não abre para matrícula.
– De terças a quintas: das 10h30 às 13h00 ou das 17h00 às 19h30.
– Nas sextas-feiras: das 10h30 às 13h00 ou das 17h00 às 19h00.
– Aos sábados, das 08h00 às 16h00.

FILTRO:
Escolher outro curso

MERCADO DE TRABALHO

Cada vez mais, o mercado demanda por profissionais da educação e da saúde mental, capacitados em trabalhar com portadores do TEA, visando a quebra de diversos paradigmas impostos de forma equivocada pela sociedade, buscando a inclusão deste público em um contexto sócio-econômico-cultural mais justo e menos segregador.

RAMOS DE ATUAÇÃO

  • Embora haja uma série de sintomas característicos do autismo, cada paciente manifestará um quadro bastante próprio do transtorno, o que exige um atendimento personalizado, focado nas necessidades individuais, sendo imprescindível uma atuação feita por uma equipe multidisciplinar. Desta forma, é possível ajudar o autista a explorar suas capacidades e adaptar-se às exigências do ambiente, estimulando a autonomia e independência para a realização de diversas atividades.
  • Psicologia: Por ser uma área do conhecimento que se dedica ao estudo do comportamento humano, analisando e compreendendo os fenômenos psíquicos e emocionais, a psicologia deve estar presente na abordagem do autismo desde a fase diagnóstica.
  • Fonoaudiologia: A atenção em fonoaudiologia é fundamental para ajudar as pessoas com autismo a desenvolver a chamada comunicação funcional. Trata-se do aprendizado voltado para a aquisição da habilidade de usar a linguagem em interações estabelecidas com um propósito determinado e dentro de um contexto.
  • Pedagogia: O pedagogo é o profissional capaz de adaptar as metodologias de aprendizagem às necessidades do autista. Ele saberá considerar as dificuldades específicas desses alunos, sobretudo no que diz respeito às dificuldades na comunicação. Assim, o aluno com autismo sentirá mais segurança para estar presente na escola, o que permitirá o aproveitamento de todos os estímulos positivos que o ensino e a convivência com os colegas e professores podem oferecer.
  • Educação física: para que as crianças e adolescentes com autismo possam aproveitar todos os benefícios da atividade física, o educador físico promove a adaptação dos exercícios propostos às habilidades motoras de cada indivíduo, considerando as dificuldades de coordenação, equilíbrio ou propriocepção, por exemplo.
  • Nutrição: Existe relação entre o autismo e a disfunção na produção de enzimas digestivas, além da alteração na permeabilidade da parede intestinal e da ocorrência de reações inflamatórias que podem desencadear alergias alimentares. Por outro lado, as pessoas com autismo apresentam uma maior propensão ao desenvolvimento de quadros de obesidade, especialmente se não forem vencidas as dificuldades de interação social que impeçam a prática de atividades físicas.

Cargos Relacionados

  • Psicólogo
  • Pedagogo
  • Nutricionista clínico
  • Terapeuta ocupacional
  • Educadores Físicos
  • Fonoaudiólogo
  • E demais profissionais interessados.

Média Salarial

  • Inicial: de R$ 4.500,00